domingo, maio 30, 2010

Alerta Laranja

Para a grande subida do PSD em recente sondagem, lembrei-me do velho ditado popular que diz, casa nova e mulher nova têm sempre freguesia, ao que podemos acrescestar, também, em bom rigor, a insatisfação pelas medidas de austeridade determinadas pela crise. Todavia, se procurarmos interpretar estes resultados à luz do discurso político do líder do PSD, constatamos que não bate a bota com a perdigota.
Na realidade, o que Passos Coelho tem dito é que são precisas medidas mais duras, no Estado, no sentido de restringir e agravar mais os direitos dos cidadãos, ou seja, pagar mais na educação, pagar mais na saúde, menos garantias na segurança social pública e agravamento do desemprego por força da redução do investimento público, à partida tudo políticas que a população não quer nem gosta, já que agravam as suas condições de vida.

Quer isto dizer então que a população está ao lado das medidas de austeridade e deseja mais sacrifícios e mais encargos ao fim do mês? Não creio!

Assim sendo, só encontro duas razões para que isto esteja a acontecer, ou as pessoas ainda não se aperceberam verdadeiramente de quais são as propostas do PSD ou então não lhes dão grande importância.

Seja como for, em qualquer uma destas duas circunstância, é o PS que está a falhar, Passos Coelho já demonstrou do que é capaz.



João Paulo Pedrosa