segunda-feira, novembro 24, 2008

Toma lá que já almoçaste!

Neste post fiz referência à ida do vereador a Cuba e coloquei, para a ira do sr dr Cascalho e do dito viajante, uma imagem retirada dos folhetos de promoção turística.
Quando mais tarde vim a saber que a viagem tinha sido paga pela câmara municipal, pedi, como me parece lógico, na reunião de câmara, que o vereador fizesse um relatório da visita para que todos ficassemos mais informados e sabedores. O dr Cascalho achou uma excelente ideia e ordenou ao dito vereador que assim procedesse ao que este anuiu com bastante diligência. Passados um ou dois meses e nada de aparecer o relatório, voltei a perguntar quando o pensava entregar. Referiu que de facto estava em falta, mas que muito proximamente o apresentaria.
Na última reunião, com a anuência do dr Cascalho, entregou-me uma fotocópia do programa.
E pronto, é assim que os membros deste executivo encaram as responsabilidades do exercício de cargos públicos, bem como o dever de prestar contas. Uma vergonha a juntar a tantas outras.



João Paulo Pedrosa

sábado, novembro 22, 2008

OBAMA ESCOLHEU HILLARY CLINTON PARA DIRIGIR OS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS...


De acordo com a edição on line, de hoje, do New York Times, Hillary Clinton aceitou o convite que lhe terá sido formulado pelo presidente eleito, Barack Obama, para dirigir os negócios externos dos Estados Unidos.
Hillary será,no caso, a face visível e poderosa dos USA para a generalidade dos negócios estrangeiros ao preencher o cargo de Secretária de Estado, equivalente, mais poderoso, ao cargo de ministro dos negócios estrangeiros nos países europeus.
Trata-se de uma escolha clarividente de Obama, que, assim, beneficia da vasta experiência internacional de Hillary, ao mesmo tempo que logra a total reconciliação com os Clinton...
A ter em conta outros nomes que os "media" americanos vão adiantando, Obama pode vir a constituir um verdadeiro governo de luxo, pela credibilidade e experiência nas diversas áreas.
Osvaldo Castro

quarta-feira, novembro 19, 2008

Pela escada abaixo...!

Manuela Ferreira Leite, tal como previ em tempo oportuno, não mostra capacidade para liderar o PSD. Os deslises, "gaffes" e concepções atrabiliárias àcerca do regime democrático, são por demais no conspícuo quotidiano da aspirante a 1ª ministra...
A senhora tem idade para se lembrar da ditadura...e portanto...há coisas com que não se deve brincar...mas seria mesmo uma tirada irónica? Há dúvidas que vão sempre subsistir!
Ferreira Leite, uma "ferrenha" sportinguista, bem necessária ao pluralismo desportivo deste blogue, a baixar de nível deste modo, não chega ao Natal...
Creio que nos próximos seis meses, (sem ditadura) o PSD vai ter de se reformar...!
Osvaldo Castro

Berlinense, típico!




João Paulo Pedrosa

Manuel Pinho anuncia o fim da crise





João Paulo Pedrosa

Grupo de forcados amadores da Moita





João Paulo Pedrosa

Um exclusivo Fátima Lopes




João Paulo Pedrosa

terça-feira, novembro 18, 2008

O Olímpico

de Berlim é de uma beleza extraordinária, todo construído em pedra, ganhou conforto com a remodelação para a final do mundial de 2006. E foi justamente aqui que, em 1936, um grupo de atletas americanos negros, entre os quais o grande campeão Jess Owens, para grande desonra de Hitler, terá dito, pela primeira vez, "yes, we can"!



João Paulo Pedrosa

sábado, novembro 15, 2008

A diáspora benfiquista

estava bem presente à entrada do Olímpico, juntando-se a nós, logo à chegada, com uma cumplicidade e familiaridade que só os luminosos adeptos do Glorioso SLB conseguem alcançar, um jovem quadro de uma multinacional portuguesa a operar em Barcelona, que nos acompanhou grande parte da noite e da festa.



João Paulo Pedrosa

quarta-feira, novembro 12, 2008

Enfardar Salsichas





João Paulo Pedrosa

terça-feira, novembro 11, 2008

A Noite de Cristal


foi, precisamente, há 70 anos e começou em Berlim. Começava assim um dos acontecimentos mais trágicos da história humanidade. A foto ilustra as ruinas de uma antiga igreja de Berlim e o que restou dos bombardeamentos à capital do III reich. Nestes dois dias procurámos sentir o ar e o cheiro da cidade maldita e não encontrámos nada. Rigorosamente nada!

Uma das minhas grandes surpesas, de facto.



João Paulo Pedrosa

segunda-feira, novembro 10, 2008

O XIII Congresso Distrital do PS

realizou-se, no passado sábado, em Porto de Mós, com a eleição dos órgãos políticos da Federação (comissão política, de jurisdição e de fiscalização económica e financeira) e com a presença de Alberto Costa, Ministro da Justiça (a abrir) e de José Miguel Medeiros, Secretário de Estado da Protecção Civil (a encerrar). Para quem quiser saber mais basta clicar aqui.



João Paulo Pedrosa

quinta-feira, novembro 06, 2008

Obama e a nova credibilidade...



"...Penso que Obama pode restituir a credibilidade à economia e à política externa americanas. E isso fará toda a diferença para as finanças e correlativamente para as depauperadas economias mundiais. Obama será um presidente tolerante mas pragmático, comprometeu-se com o multilateralismo no plano externo, mas não se espere que o futuro presidente americano se tornará num radical na velha linha da esquerda europeia."
Osvaldo Castro(excerto da Crónica publicada no Jornal de Leiria de hoje)

quarta-feira, novembro 05, 2008

Postdamer Platz




O célebre local onde Hitler se suicidou no seu bunker foi, durante a guerra fria,o maior território de "ninguém". Hoje é o local de maior impulso de edificações de Berlim. Os grandes escritórios e sedes de empresas multinacionais ostentam aqui o triunfo do capitalismo. Ainda assim, nas suas imediações, foi-nos possível, num restaurante charmoso e jovial, depois de kilómetros percorridos a pé e os bons preços do metro, jantar bem por 20 euros. E não foram salsichas, pela primeira vez quebrámos o ritual.



João Paulo Pedrosa

A grande surpresa




Durante esta nossa viagem quase todo o nosso tempo foi passado no território da antiga RDA, ou seja, na parte de Berlim-Leste. A verdade é que era este sector da cidade, para surpresa minha, confesso, que tinha grande parte (a quase totalidade) da história, dos monumentos e da cultural da Berlim imperial. Estas fotos, na Under der Linden StraBe, que era o fim de linha antes do Muro, mesmo por detrás das Portas de Brandenburgo, são disso exemplo. O coração económico, político e social da metrópole está agora aqui.



João Paulo Pedrosa

O sonho impossível!

só por isso é um grande passo para a América e um grande salto para a Humanidade


João Paulo Pedrosa

Intendência

As postagem sobre Berlim vão continuar, não obstante os amigos me questionarem se lá estivémos dois dias ou dois meses.


João Paulo Pedrosa

terça-feira, novembro 04, 2008

Mais valem os silêncios...


A Dra Manuela devia continuar a prática dos silêncios parcimoniosos...assim não caía na tentação de dizer disparates económicos sobre a política de obras públicas e não tinha de morder a língua, e recolher aplausos de Portas ,de cada vez que falasse de trabalhadores cabo-verdeanos e ucranianos em termos xenófobos...como o fez, recentemente, aos microfones da TSF.
A continuar assim, Ferreira Leite não vai lá...às eleições, está bom de ver!
Osvaldo Castro

segunda-feira, novembro 03, 2008

A busca desesperada da credibilidade...


O título foi retirado de um artigo do prémio Nobel de Economia, Paul Krugman, publicado no "El País" de domingo e onde se analisa, magistralmente, porque é que Barack Obama poderá vencer hoje as eleições americanas, também pelo lado da economia.
Mas não será tudo. Obama comprometeu-se com o mundo, com os direitos humanos, com o multilateralismo e com a defesa dos mais desfavorecidos no emprego, na saúde e na dominante social e económica.
Fechar Guantánamo, retirar do Iraque, concertar políticas com as organizações internacionais, abandonando o conceito de "polícia do mundo", são tudo questões essenciais para a provável vitória do 1º presidente negro americano.
Mas, com Krugman, penso que Obama pode restituir a credibilidade à economia e à política externa americana. E isso fará toda a diferença para as finanças e correlativamente para as depauperadas economias mundiais.
Mais logo se saberá se os cidadãos americanos optam pela renovada credibilidade ...
Osvaldo Castro

Uns chatos

estes meus companheiros de viagem, só pensavam em comer! Mas a inevitável prova das salsichas só depois das 5 da tarde, na estação de comboio, tudo escolhido a dedo porque o Sprachraum deste tipos é verdadeiramente inatingível. Mas estavam boas, muito boas mesmo. Tão boas que o Gonçalo e o Jorge acabaram ali a sua denodada dieta e o sr Albano já queria jantar e tudo...lembraças dos velhos tempos da RDA.


João Paulo Pedrosa

A Liberdade



é o elemento essencial da felicidade. É por isso que aqui, junto ao Muro, ao que sobra dele, só há pessoas felizes. E se tiverem a oportunidade de levar um cachecol do Benfica e afixarem um autocolante, então temos o zénite.



João Paulo Pedrosa

East Side Gallery





é hoje a única reserva de Muro, cerca de 3 km junto ao rio trazem-nos a recordação viva do terror.



João Paulo Pedrosa

Terra de Ninguém


era a designação do antigo território que, na antiga Berlim-Leste, mediava qualquer espaço público do Muro. Uma zona de minas, arame farpado e patrulhas militares que impediam a aproximação dos cidadãos berlinenses ao muro que cercava a parte dos sectores americano, inglês e francês. Hoje é a parte mais apetecível de construção e requalificação. Quase já não há vestígios de terras tão áridas. O nosso simpático hotel ficava numa dessas zonas. Cento e cinquenta metros mais à frente e temos o East Side Gallery .



João Paulo Pedrosa